domingo, 20 de abril de 2008

"Cenário"

Há segredos que se querem bem guardados,coisas e lugares de que gostamos tanto que por vezes os queremos só para nós.Não é o caso,não é segredo nenhum e merece todo o apoio e divulgação que se possa dar.Um grupo de amigos da zona de Ovar,um antigo armazém de sal em Válega,o carinho pelos barcos de madeira e pela Ria de Aveiro,vão fazendo com que a memória perdure.Aos fins de semana,entre tábuas,tintas e vernizes vão pondo a conversa em dia enquanto recuperam barcos que pareciam ter os dias contados.
Aqui deixo um abraço a todos e o desejo de bons ventos.

1 comentário:

Ventura disse...

Agradecemos sensibizados a referência, as palavras amigas. Estamos convictos que alguns dos barcos que fizeram e fazem da ria um caldo de culturas náuticas, nomeadamente aquela relacionada com a vela de recreio, vão perdurar, se possível para além do nosso tempo. Porque contam da nossa identidade colectiva, dos nossos dramas e contradições, estabelecendo laços de amizade, num território de excepção, a Ria, cuja presença nos recorda constantemente, o Mar, a verdadeira fronteira.
Um abraço. H.