segunda-feira, 22 de junho de 2009

"Alma Lavada"


Sábado, ao raiar do meio-dia, lá fui até à Torreira com a esperança de ter um fim-de semana decente de vela. Na sexta tratei de arranjar tripulação, o que nem sempre é fácil, mas lá se conseguiu arranjar maneira de ter "Quorum" a bordo. No sábado, hora e meia depois do esperado e depois de uns quantos telefonemas e impropérios, lá apareceu um dos proas da embarcação. Mas vá lá, apareceu..
Depois das canseiras habituais, levanta mastro, afina aqui, aperta acolá, lá se pôs o barco na água. A seguir foram dois dias perfeitos de vela, daqueles que raramente acontecem na Ria. Calor, vento certinho e sem rajadas, na conta pra umas voltas descontraidas. Para compor o ramalhete, água com fartura, às horas certas. No domingo soprou um bocadinho mais forte e a Ria arrebitou qualquer coisa, mas com o calor que estava, as chuveiradas até souberam bem. No final ainda houve quem mandasse uns mergulhos, que a água convidava.
Costuma-se dizer que o óptimo é inimigo do bom, não foi o caso.

7 comentários:

Passamana disse...

Bem te vi...e deixa que te diga...o teu vouga rima com a ria - muito bonito mesmo.

Um abraço (com inveja) , Passamana

almagrande disse...

Obrigado Nuno, estava um verdadeiro luxo.

Laurus nobilis disse...

Dá para sentir, através das palavras, que foi realmente um fim-de-semana para recordar...

Mafalda disse...

Gosto de saber que entraram no Verão da melhor maneira. Cumprimentos para os velejadores

almagrande disse...

Olá Mafalda. Tirando o mini-escaldão foi muito bom.

Conde disse...

Gostava de vêr esse "vouga" mais de perto e já agora essa ria e Aveiro e vila do conde que mal conheço e um museu que ouvi falar...irra que sou mesmo maçarico.

almagrande disse...

Boas Conde, o convite está feito.