terça-feira, 27 de janeiro de 2009

"Luzito"


"Em 1937 o Governo decidiu apoiar a vela através da criação da Secção de Vela da Mocidade Portuguesa, que estabeleceu o seu primeiro Centro de Vela em Lisboa, seguindo-se depois outros por todo o País e até pelas Colónias. dos quais 16 no Continente e Ilhas Adjacentes.
No começo praticava-se vela nos barcos existentes mas, a seguir, projectou-se e construiu-se um barquinho de iniciação de 2,55m, baseado num exemplar canadiano, o Cap Cod, mas de construção nacional, muito equilibrado, com duas velas, permitindo aos jovens velejadores aprenderem a velejar, a tratar dos barcos, a conhecerem as regras internacionais de regata, etc.
Segundo outros testemunhos, o Lusito, nome do pequeno barco de que estamos a falar, foi construído por iniciativa de Rudolfo Fragoso pelas mãos do velho Brites, famoso na construção de embarcações de recreio, mas tinha características marcadamente nacionais."
Excerto retirado do livro "Vela Olímpica Portuguesa - 75 anos"
Barquinho com que muitos se iniciaram nas lides e de que terão, certamente, boas memórias. O Lusito era bem agradável de tripular, bastante previsível nas reacções e, tanto quanto me é possível recordar, com um comportamento que desculpava as muitas falhas dos petizes.

9 comentários:

miguel disse...

É o primeiro que me lembro timonear. Grande saudade, dava para fazer prancha, planava ao largo e até havia quem conseguisse virá-lo.
Quando vieram os Optimist para Ovar em 1976, fui a correr experimentar, mas que desilusão!
É certo que as duas escotas e o patilhão eram dose para um principiante mas o gozo era outro.

almagrande disse...

Boas Miguel, também foi o meu primeiro e guardo boas recordações.
Não gosto particularmente de ver a rapaziada naquelas coisas parecidas com barcos.

Baluarte disse...

excelente! fez-me relembrar velhos tempos, Tambem foi o meu primeiro barco de iniciação, era uma pouco complicado quando vento refrescava, duas escotas e o leme! depois saltei para os cadetes outro bom barco escola.

Um Abraço

Eugénio disse...

eu foi mais num vaurien que comecei, era um teenager com 16 anos

almagrande disse...

Boas Eugénio,seja bem aparecido.

Antonio Rosa disse...

É verdade!!!! era um grande barco. nunca percebi porque razão desapareceu das águas... poderia ter evoluído!
Interessante é que tive acesso aos planos deste barco e, curioso, a palavra LUZITO aparece com um "Z" e não com um "s"!!!! faz todo o sentido... se calhar é assim que se devia escrever para distinguir dos Lusitos - jovens que militavam a Mocidade Portuguesa! Será!?!? O meu FIRST 35 chama-se Lusito em memória a estes pequenos grandes barcos que ensinou tanta gente a velejar. Será que se deveria escrever LUZITO!?!? fica aqui o desafio.

almagrande disse...

Caro António Rosa, obrigado pelo contributo. Desafio aceite!

Antonio Rosa disse...

Aqui deixo o endereço do site do meu Luzito, de 35 pés (uma homenagem ao Luzito, fazendo perdurar o seu nome!)
www.luzito.net

Antonio Rosa disse...

Pois!!!!! Já está! O meu barco chama-se LUZITO, tal como está escrito no rótulo dos planos do Luzito! ( Veja-se foto em www.Luzito.net )