quinta-feira, 26 de junho de 2008

"Verdes anos"


Ria de Aveiro - finais dos anos 60

5 comentários:

Anónimo disse...

Ufff... que até a respiração pára!

Obrigado, ALMAGRANDE!

quim disse...

bom.... deixa-me a sonhar tamanha paz e beleza que até esconde o quanto árduo era a vida de estes senhores e tento me colocar na pele deles ao dormir ao relento e pescar nestas águas cheias de vida.
Mas agora acordei novamente capitão, e cá estou eu a teclar com tanta coisa para fazer....

Laurus nobilis disse...

Este Portugal já praticamente acabou... não sei se para bem, ou se para mal! As condições de vida eram duras... mas hoje também o são para muita gente. Se calhar egoisticamente, eu gosto bastante desse tempo! Com alguma nostalgia, fico agradecido pelas imagens e pelo Carlos Paredes. Belíssimo!!!

Eugénio disse...

lembro-me de quase tudo... e acores.
lindo, lindo, lindo.
Obrigado por partilhares

almagrande disse...

Muito bom sem dúvida, é um excerto de um doc realizado pela RTP nos anos sessenta e integrado numa série reposta no canal memória intitulada "Segredos do Mar".De tudo isto pouco resta, acabou o moliço, o sal está a acabar e os poucos moliceiros e mercanteis vão adiando a morte a custo. E a Ria...