sexta-feira, 10 de setembro de 2010

"Águas de Setembro"



Aqui o bloguinho anda meio desamparado, o escriba, ainda em depressão pós férias tem parado pouco por aqui. Tirando uma semanita de barcos e navegações muito boas pela Costa Nova, onde fui muito bem recebido no CVCN, o restante tempo soube a pouco, por desencontro com as pessoas que habitualmente chateio para umas voltas pela Ria. Dessa primeira semana pelo lado sul da Ria, ficaram momentos excelentes de vela, de convívio, a bordo do meu ou de outros, trocas de impressões, na água ou em terra, com os barcos como pano de fundo.
Em férias, o azul do céu é ligeiramente mais azul, a maresia cheira ainda melhor, alivia-se o ritmo e esquecem-se rotinas, vive-se, na medida que o corpo andava a pedir.
É óptimo o recostar das costas naquele redondo do poço, com vento manso, numa passeata pelo sereno do final de tarde, que se prolonga pela noite a ouvir o marulhar da água de encontro ao casco.
Num dia chuvoso o barquinho voltou pró buraco, deixei-o secar-se e atamanquei a reparação de duas ou três esfoladelas nos vernizes, tapei duas ou três esmocadelas na pintura, arranhões que ficam de dias mais vivaços.
Por estes dias vai voltar à Costa, prá regata de apoio à Liga Portuguesa Contra o Cancro, antes da migração pra sul, para as jornadas no Tejo.
Apesar da logística algo trabalhosa, vai ser bonito ver os "Vougas" em Lisboa.
O cenário é grandioso para uns bordos.

3 comentários:

Passamana disse...

Bons ventos te recebam lá na capital, Comandante, mas melhores te tragam de volta à tua e nossa Ria.
Aqui, no meio dos Vougas a sério e alguns dos outros, o Almagrande ganha ainda mais brilho.

Abraço,
Passamana

almagrande disse...

Obrigado Nuno, um abraço.

Conde disse...

Se houver tempo e vontade que tal uma visita a Arruda?!