sábado, 2 de maio de 2009

"The Tin Drummer"

A esta hora, belas barcas engalanam a marina da Torreira, geralmente parca em mastros. Vieram de outras paragens visitar-nos, à nossa Ria, que hoje mostrava o seu lado temperamental, visceral. O postal não era bonito, mas é o retrato do estado em que está. A ajudar, uma Nortada das boas, a fazer revirar a Ria habitualmente calma e a fazê-la mostrar o lado chato da vaga curtinha e das grandes chuveiradas. Como cereja no topo do bolo, depois do jantar que tinha versado o tema, alguém se lembra de "O Tambor", em que as enguias que tanto gostamos de comer em caldeirada, mostram uma faceta necrófaga difícil de digerir. O meu agradecimento à AVELA.

8 comentários:

Laurus nobilis disse...

Não conhecia esta faceta das enguias... Nem este método para as apanhar...

almagrande disse...

Boas Laurus, embora a cena do filme fosse novidade para mim já conhecia relatos de coisas semelhantes na Ria.

Sailor Girl disse...

Eu não vou ver o filme, para não me agoniar, pois foi exactamente neste dia que, pela primeira vez, tentei comer enguias de caldeirada... Arrrgh!!!!!!! Mas, no final... até soube muito bem!...

almagrande disse...

Boas Sailor Girl, foi um prazer conhecê-la.

Sailor Girl disse...

AlmaGrande, vives no PARAÍSO!!!...

almagrande disse...

Ainda bem que gostou, tem que voltar. Já sabe porque faço tanta publicidade, isto é lindo.

Marieke disse...

Olá Almagrande maisuma visita minha ao teu blogue sempre fantástico de se ler e ver....gostei de te ver na sexta feira..o convívio foi optimo..a viagemna sexta para a Torreira é que foi do caraças parecia o Mar da Palha ahahhahah.
Quanto ao filme...não me tira a vontade de comer uma bela caldeirada sempre..
Um abraço
Marieke

almagrande disse...

Olá Marieke, também gostei muito de estar com vocês.
Um abraço
Marco