domingo, 11 de julho de 2010

"Festa da Ria"









Não há festa na Ria sem moliceiros. Fotografias da regata Torreira - Aveiro.

7 comentários:

Laurus nobilis disse...

Belos enquadramentos! Participou?

almagrande disse...

Boas Laurus, não participei, fiquei-me pelas fotografias. Esteva uma tarde belíssima, com um vento frescote a proporcionar belos momentos a estes barcos fantásticos. Viva a Ria!

Anónimo disse...

Extraordinárias imagens e tão cheias de movimento.
A silhoueta dos barcos fica com uma repuxado para sota muito bonito.
Não sabia que (também) estes barcos atingiam este grau de exibição.
Que rica Ria nós temos...
PJNunes

Anónimo disse...

Olá Comandante

Belas fotos!
Não é fácil (nem usual) ver moliceiros com tanto "gás"!!
Abraço,

Passamana

almagrande disse...

Boas Nuno, foi uma bela tarde, estava um ventinho simpático a ajudar os barcos e os muitos curiosos que por lá andavam de máquina fotográfica na mão.

Pedro disse...

Eh lá! Coisa bonita! Quando era miúdo passei férias umas vezes na Costa Nova, com os meus pais, e lembro-me bem de por lá ver um moliceiro que, com um velhote ao leme, costumava velejar turistas pela Ria pela tarde dentro... Lembro-me bem de pormenores curiosos como as tábuas de borda e o aparelho simples mas eficaz que, com uma só vela, chegava e sobrava para fazer passar aquele barco de fundo chato a voar pelos outros modernaços que por lá andavam também. Recordo-me do comando do leme que era caricato, com uns cabos em vez de cana do leme...

Agora estas imagens encheram-me de novo a pança. Ao ver os moliceiros que andam lá pelo interior de Aveiro e que parecem uns macacos sem rabo, de mastro cortado e fora de borda a 4 tempos, não imaginava que ainda os houvessem tantos aparelhados e a velejar da maneira que se adivinha nestes retratos.

Obrigado!

almagrande disse...

Boas Pedro, esses barcos que transportam os turistas em Aveiro têm pouco a ver com moliceiros, tal como os conhecemos por aqui.